Clicky

Quarta de Cinzas • 01/03/2017 - 13:52 • Atualizado em: 01/03/2017 - 13:55

Aos 70 anos, foliã se despede do Carnaval no Bacalhau da Boa Vista

A aposentada Vera Castro, de 70 anos, estava com fôlego para brincar ainda mais, se o Carnaval não acabasse

por Roberta Patu
Galeria de fotos: 
Nem a chuva desanimou os foliões que resistem à Quarta-feira de Cinzas, no Bacalhau do Mercado da Boa Vista - área central da capital pernambucana. Ao som de várias orquestras, os bribcantes curtiam o último dia de festa de Momo, como se fosse o primeiro. 
 
A aposentada Vera Castro, de 70 anos, estava com fôlego para brincar ainda mais, se o Carnaval não acabasse. Para ela, que brincou praticamente todos os dias da festa, a 'Quarta-feira Ingrata' é de alegria. "Tenho fôlego para hoje e até mais dias se tivesse", falou a foliã que revelou o segredo da disposição, "o truque é não fazer estravagancia, não misturar bebida e curtir com moderação", disse.
 
A irmã de Vera, Teresa Cristina de Castro, de 65 anos, também não parava um instante. Vestida à caráter e com uma alegria contagiante, ela dà adeus à folia e fala que agora é esperar novas festas. "Por mim, a animação não acaba hoje não! Se surgir mais festa por aí, vou brincar novamente", contou a brincante. 
 
Fantasiada de boneca e vendendo sombrinhas de Frevo, a ambulante de 45 anos, Lenita da Silva, falou que brinca o Carnaval e ganha dinheiro ao mesmo tempo. 'vendendo' alegria e no ritmo do passo da frevança, Lenira conta que a despedida da festa só é boa com muita diversão. "Eu brinco dessa forma todos os anos e não perco o passo", disse. Quando questionada quem levava quem na fantasia de 'burrinha', ela falou descontraída, "a boneca é quem leva a burra e ainda ganha dinheiro", brincou. 
 
A animação no Mercado vai ter a participação das JJ e Temporal, que também conta com a participação do Maestro Forró.
 

Comentários