Clicky

multidão • 01/03/2017 - 16:01 • Atualizado em: 01/03/2017 - 16:09

'Caminhote' garante diversão de foliões no bloco 'Os Irresponsáveis'

Vários brincantes encontram soluções diferentes para curtir a Festa de Momo sem enfrentar a multidão

por Roberta Patu
Galeria de fotos: 
'Caminhote' existe há oito anos Folião criou o 'Caminhote' para fugir da multidãoBrincante cria o Bloco Araça para ficar com a família e amigos Brincante cria o Bloco Araça para ficar com a família e amigos

O Carnaval de rua é marcado por música, multidão e pé no chão para brincar a folia. Porém, nem todo mundo está disposto a cair na ‘bagunça’ e enfrentar o empurra-empurra. Para fugir um pouco do atropelo dos foliões, vários brincantes encontram soluções diferentes para curtir a Festa de Momo sem enfrentar a multidão.

Nesta Quarta-feira de Cinzas, no bloco Os Irresponsáveis, uma estrutura chamava atenção dos foliões. Um caminhão, com formato de camarote e intitulado de ‘Caminhote’, foi idealizado pelo comerciante Fernando Gonçalves e acomoda 60 pessoas, entre eles amigos e familiares que se despedem do Carnaval.

De acordo com o folião, que nora no bairro de Jardim Brasil, em Olinda, há oito anos o ‘camarote’ existe. “Estávamos cansados de ficar no meio do povo porque sempre é muita gente. Para conseguirmos brincar tranquilos e sem confusão, tive a ideia de trazer o caminhão e fazer a alegria dos amigos e familiares”, contou.

Nas vias transversais à Rua Machado, no bairro do Arruda, Zona Norte do Recife, por onde desfila o bloco, é possível ver também vários cercados, nas residências, chamados de camarote. A dona de casa Shirley Marques, de 29 anos, isolou a área da calçada, instalou mesas e cadeiras para os familiares e foliões que quisessem fazer parte do espaço. “Criamos esse espaço para termos mais segurança e sempre reunimos os amigos”, falou a brincante, que vende o acesso ao local por R$ 35. O Bloco Os Irresponsáveis está em sua 35ª edição e sai pelas ruas do bairro do Arruda, sempre na Quarta-feira de Cinzas, agitando os foliões mais resistentes.


Comentários