Clicky

Música • 12/02/2018 - 02:34 • Atualizado em: 12/02/2018 - 02:35

Nação Zumbi encanta foliões de todas as idades

"Muitos deles são frutos dos pais, que são fãs e trazem isso para a vida dos filhos. Isso é uma forte motivação para a gente continuar fazendo nossas canções", disse Jorge Du Peixe

por Nicole Simões
Chico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagens
Foi com os pais que Giovanna Maia, 11, e Maria Alícia, 6, aprenderam a gostar e a ouvir as músicas da banda pernambucana Nação Zumbi. Moradoras da comunidade de Brasília Teimosa, as pequenas foliãs foram curtir pela primeira vez o show do grupo. A apresentação aconteceu no último domingo (11), na Orla de Brasília Teimosa, e contou com muita emoção.  
 
"Eu costumo dizer que elas escutam Nação desde quando eu estava grávida. Sou muita fã dos meninos e o pai também é. Para nós é uma realização e um motivo de orgulho verem elas aqui. A gente sabe o quanto é lindo poder estar aqui e trazê-las pela primeira vez", fala a mãe Maitê Cristina, 30, que acompanhou o início do grupo. 
 
Apesar dos pais terem curtido bastante a festa, quem mais aproveitou foram as pequenas. A menos de cinco metros de distância do palco, Giovanna e Maria Alícia dançaram e acompanharam o grupo por mais de uma hora. "Eu adorei. É uma experiência muito boa. Esse é o meu primeiro show e está muito lindo. Minha mãe é muito fã e eu também sou", se emociona a filha mais velha de Maitê. 
 
Um outro pequeno que fez muito sucesso entre o público foi Cristian Arcanjo, de apenas três anos. A mãe conta que ele adora dançar e não pode ouvir um som de uma guitarra que já quer balançar a cabeça. "A gente precisa ensinar aos nossos filhos a gostar de boa música e os meninos do Nação fazem isso. Sou fã e já quero que ele cresça gostando também", diz a mãe de Cristian, Cristiane Ramos.  
 
Em entrevista ao LeiaJá, o vocalista do Nação Zumbi Jorge Du Peixe falou sobre essa participação do público infantil nos shows. "Cada projeto nosso sempre tem uma geração nova que está nos acompanhando. Muitos deles são frutos dos pais, que são fãs e trazem isso para a vida dos filhos. Isso é uma forte motivação para a gente continuar fazendo nossas canções. É muito louco, as letras fazem as pessoas pensarem e a gurizada escuta, decora e curtem. É maravilhoso", comentou. Para o artista, essa renovação das gerações mostra a importância da música na vida das famílias. 

Comentários