Clicky

Nazaré • 12/02/2018 - 16:24 • Atualizado em: 12/02/2018 - 16:27

O segredo por trás do maracatu rural mais antigo em atividade de Pernambuco

Maracatu Cambinda Brasileira desfilou em sua cidade natal, Nazaré da Mata, nesta segunda-feira (12)

por Paula Brasileiro
Rafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagensRafael Bandeira/LeiaJáImagens

O município de Nazaré da Mata, em Pernambuco, capital do Maracatu de Baque Solto, homenageou, no Carnaval de 2018, uma de suas mais importantes agremiações, o Maracatu Cambinda Brasileira. Este ano, o Maracatu Cambinda Brasileira completa 100 anos de história e tradição, tranformando-se no mais antigo em atividade no Estado, e nesta segunda-feira (12), retribuiu a honraria recebida de sua cidade fazendo um belo desfile durante o 18º Encontro de Maracatus.

No palco, montado na Praça da Catedral, o jovem Mestre Anderson Miguel, de apenas 23 anos, cantou loas que falavam sobre assuntos da atualidade como as músicas do cenário brega e funk, violência de Pernambuco e em sua cidade. Para o mestre, este está sendo um Carnaval muito especial. "Sou nascido e criado no Cambinda, orgulhoso por este Carnaval maravilhoso, energia positiva, 100 anos de tradição", disse, em entrevista ao LeiaJá.

Após a apresentação, o presidente da agremiação, Elex Miguel, falou do segredo de manter um maracatu tão antigo em atividade. "É muita dedicação e fazer por amor, sem olhar o interesse financeiro. Para manter o maracatu em pé, é trabalho. A gente preserva todas as tradições desde o início da fundação, toda a parte espiritual está preservada, temos nossa sede rural. É isso que faz o Maracatu durar 100 anos e que venham mais 100", disse.

Dona Biu, uma das remanescentes da família fundadora, também falou sobre o que mantém a agremiação de pé. "Depois de Deus, Rei Salomão e a Jurema Sagrada", disse referindo-se à religião predominante no maracatu de baque solto. O Cambinda Brasileira desfila na passarela oficial da cidade do Recife, nesta terça-feira (13), onde disputará o título do Carnaval 2018.

LeiaJá também

--> Encontro de Maracatus de Baque Solto colore Nazaré da Mata

Comentários