Clicky

Novidade • 09/01/2019 - 15:55 •

Blocos podem solicitar segurança via internet para o Carnaval

A novidade é a modernização nos pedidos, que antes eram realizados presencialmente e a partir deste ano poderão ser feitos via internet

por
Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou os procedimentos relacionados às solicitações de segurança pública e vistorias técnicas para o carnaval de 2019. Os organizadores de blocos, agremiações e festas particulares devem solicitar um requerimento até o dia 31 de janeiro, com o prazo mínimo de 15 dias antes do evento.

Esse prazo é necessário para que os órgãos responsáveis examinem os planejamentos com antecedência, e posteriormente façam uma análise presencial. “Essas normas visam garantir que a folia aconteça com toda segurança necessária. A gente precisa que esses eventos transcorram com o menor número de ocorrências possível”, pontuou o secretário executivo da SDS Humberto Freire.

A novidade é a modernização nos pedidos, que antes eram realizados presencialmente e a partir deste ano poderão ser feitos via internet. As solicitações relacionadas ao reforço de segurança pública devem ser feitas, exclusivamente, através do e-mail gtcarnaval@sds.pe.gov.br. Já vistorias de atestado de regularidade e análise de projetos estruturas (palcos, camarotes, carros alegóricos e etc.) serão efetuadas no site do Corpo de Bombeiros, www.bombeiros.pe.gov.br.

Outra novidade é a integração de centros de operações do interior com a capital, que funcionarão 24h diárias entre 1 e 6 de março. Os centros de Caruaru e Serra Talhada, que monitoram a Zona da Mata, Agreste e o Sertão do Estado, estarão sob controle da Central de Operação Carnaval 2019, o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR). De acordo com a polícia, o modelo testado nas eleições de 2018 deu certo e será repetido durante os festejos, para promover a comunicação entre as entidades, e facilitar o cadastro de dados e estatísticas de segurança.

Os requisitos do pedido estão relacionados ao percurso ou local do evento; horário da festividade; quantidade de palcos, trios elétricos e carros alegóricos, público previsto e documentação dos organizadores (cópia do RG, CPF, endereço e contato). Já os critérios de análise dependem das características do evento, como a gratuidade e realização em espaços públicos, a consolidação do evento no calendário turístico de Pernambuco, os que anteriormente representaram maiores índices de ocorrência.

Por Victor Gouveia

Comentários