Clicky

Gigante • 02/02/2019 - 19:48 • Atualizado em: 02/02/2019 - 20:33

Homem da Meia Noite sobe o Morro da Conceição pela primeira vez

Calunga mais famoso do país foi buscar a sua tradicional roupa e comemorou seu aniversário de 87 anos

por Stefannia Cardoso
Chico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagens
Foto:

Na tarde deste sábado, 2 de fevereiro, às 17h, o Homem da Meia-Noite subiu o Morro da Conceição para buscar a sua tradicional roupa que usará no dia do seu desfile no sábado de Zé Pereira. O cortejo saiu pelas ruas do bairro ao som de muito frevo, sob o comando da orquestra do Maestro Carlos.

A data foi escolhida pois marca o dia do aniversário do calunga. Quem animou a festa foi a percussão do Ritmo do Quilombo, com Lucas dos Prazeres, que será um dos homengeados pelo bloco esse ano Também estavam presentes na festa a bateria do Patusco, a escola de samba Galeria do Ritmo, o bloco lírico Utupia e Paixão, entre outras agremiações.
 
Em 2019, o Homem da Meia-Noite completou seus 87 anos e subiu pela primeira vez o Morro da Conceição, onde num ato histórico pediu a benção da santa, o que levou muitos moradores do local à emoção. Para o presidente do bloco, Luíz Adolfo, ouvir a voz do morro foi o principal motivo da subida. "Acima de tudo ouvir a voz do povo, que a gente consiga ouvir a voz do povo, porque tudo se transforma ouvindo a voz do povo", contou.
 
A roupa usada pelo boneco foi feita especialmente para o evento. O traje em azul e branco fez referências a Nossa Senhora da Conceição e a Iemajá, lembrando o sincretismo religioso presente na cultura popular local.

 

Comentários