Clicky

Camarote • 09/02/2019 - 10:40 • Atualizado em: 09/02/2019 - 10:51

Casa de Alceu Valença é interditada pelos Bombeiros

Local é a sede do projeto cultural 'Olinda Tropicana', com maratona de shows marcados para este domingo (10)

por Eduarda Esteves
Divulgação Foto: Reprodução/Google Maps

Na noite desta sexta-feira (8) a famosa Casa de Alceu, localizada no Sítio Histórico de Olinda, foi interditada pelo Corpo de Bombeiros de Pernambuco, dois dias antes da festividade 'Olinda Tropicana' marcada para este domingo (10). A assessoria da corporação confirmou que o local passou pela inspeção por uma equipe e foi fechado, mas não deu detalhes das irregularidades encontradas no espaço, também conhecido como casarão Estação da Luz.

Por telefone, a organização do evento informou que estava ciente da intedição do espaço cultural, mas destacou que a produção da festa está alinhando todos pontos citados pelos Bombeiros. "A interdição foi apenas para alinhar algumas normas devido às solicitações que já estavam acontecendo. Estamos correndo atrás legalmente para que todos os pontos serem atendidos", informou Pirscila Dantas, porta-voz da festa.

Para ela, tudo indica que a casa vai abrir normalmente. "A produção está empenhada e com expectativa positiva", apontou. A assessoria da Prefeitura de Olinda também reforçou que os apontamentos dos Bombeiros não eram graves e estão sendo reparados para domingo a casa de Alceu funcionar com normalidade.

Para este domingo (10), a programação tem início às 14h e vai contar com apresentaçoes de agremiações, DJ 440, Maestro Spok, Don Troncho, Josildo Sá, Bia Villa Chan, Alceu Valença, D'Breck. O 'Olinda Tropicana' está sendo realizado desde o último dia 3 de fevereiro em um espaço com capacidade de receber 500 foliões por dia e deve funcionar nas prévias de Carnaval, nos quatro domingos, e durante a folia, em março. Os ingressos custam R$ 150 e dá direito ao open bar.

O projeto 'Olinda Tropicana' está envolvido em polêmicas desde o seu anúncio. Por meio de nota, a Sociedade de Defesa da Cidade Alta (Sodeca) demonstrou insatisfação com a realização do evento no Sítio Histórico de Olinda. O grupo questiona a legalidade do espaço que não respeita a Lei do Carnaval (5.306/2001) e o decreto 26/2015. A legislação proíbe camarotes privados na região.

"Independente de ter sido bonito ou feia, a lei deve ser respeitada. Se há ilegalidade não deve funcionar. A vistoria dos bombeiros só ratifica nossas denúncias: Olinda Tropicana está cheia de ilegalidades, além disso não é segura para as pessoas. No momento que uma tragédia acontecer vai haver solidariedade com os promotores?", publicou o grupo que luta para a mudança de local do evento.

No Facebook, Dani Portela, que foi candidata ao governo de Pernambuco pelo PSOL em 2018, compartilhou um vídeo em que flagra o momento da interdição da casa de Alceu e fez menção ao Carnaval de Olinda como sendo "de rua". Confira a postagem:

 

Comentários