Clicky

Maracatu • 04/03/2019 - 11:26 • Atualizado em: 04/03/2019 - 12:01

Terra do frevo, Olinda se encanta com o maracatu de baque solto

Grupos de todas as partes de Pernambuco se apresentaram na Cidade Tabajara, nesta segunda (4) de Carnaval

por Paula Brasileiro
Chico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagens
Foto: Chico Peixoto/LeiaJá Imagens O Encontro termina na terça (5), em Aliança, Mata Norte de Pernambuco

Uma festa que dura três dias e reúne mais de 10 mil pessoas. É assim que os folgazões de maracatu se confraternizam, no Carnaval, no Encontro Estadual de Maracatu de Baque Solto. O evento celebra sua 29ª edição, em 2019, e faz, por mais um ano, a alegria dos brincantes e do público que acompanhou as etapas da festividade.

Idealizado pelo saudoso Mestre Salu, o Encontro tem o objetivo de reunir os brincantes de todo o Estado durante o Carnaval. Hoje o evento é conduzido por um de seus herdeiros, Manoel Salustiano, presidente da Associação de Maracatus de PernambucoA festa se divide em três dias, nos quais 106 nações se apresentam em eventos realizados na cidade de Aliança, Olinda e Recife.

Nesta segunda (4), é a vez da capital do frevo, Olinda, se encantar com o colorido do maracatu de baque solto. O Espaço  Ilumiara Zumbi, na Cidade Tabajara, recebe 35 nações ao longo de todo o dia, este ano, homenageando os mestres João Paulo, o Papa do Maracatu, de Nazaré da Mata; e Dedinha, de Araçoiaba. "É a nossa confraternização, participam todos os maracatus do Estado. A gente consegue botar 15 mil pessoas fantasiadas na rua brincando maracatu", disse o presidente Salustiano.

O Encontro termina na terça (5), em Aliança, Mata Norte do Estado, onde fica localizada a sede da Associação. O terceiro e último dia deste grande encontro promete muita emoção, cores e manobras de caboclos-de-lança no fechamento do Carnaval de quem vive o maracatu de baque solto.

Comentários