Clicky

Olinda • 05/03/2019 - 11:23 • Atualizado em: 05/03/2019 - 11:54

Encontro dos Bonecos Gigantes desfila com 60 peças pelas ladeiras de Olinda

Há cerca de 30 anos, o desfile anima as ladeiras de Olinda na Terça-Gorda

por Marília Parente
Marília Parente/LeiaJáImagensMarília Parente/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagensChico Peixoto/LeiaJáImagens

Conforme manda a tradição, na manhã da Terça-feira Gorda cerca de 60 bonecos gigantes partiram do Largo do Guadalupe para animar as ladeiras de Olinda. Em 2019, o Encontro dos Bonecos Gigantes homenageia o carnavalesco João Andrade, Adriana do Frevo e a agremiação Trinca de Às. 

Entre os gigantes, o boneco do homenageado. "Esse boneco já existe há três anos e me foi presenteado pelo grande Silvio Botelho. Ser o homenageado do Encontro é muito gratificante, o sentimento é só de gratidão. Vejo como o reconhecimento de um trabalho, qualquer coisa que faço pela cultura da minha cidade, vejo como uma obrigação", comenta João Andrade. 

Dando frevo no pé e vida há anos aos foliões gigantes, o sapateiro Denilson Fidelis desfilou, este ano, carregando uma boneca de cerca de 30kg. "Não cansa, porque é uma alegria pra gente carregar os gigantes. É o meu divertimento e ainda ganho pra isso. Dentro deles, me sinto maior do que eu sou", emociona-se.

Comentários