Clicky

Desfile • 05/03/2019 - 10:10 • Atualizado em: 05/03/2019 - 10:49

"O povo precisa ter voz", diz presidente do Homem da Meia-Noite

Calunga faz segunda exibição, no Encontro dos Bonecos Gigantes, onde teve emocionante recepção ao som dos clarins e dos aplausos da população

Calunga faz segunda exibição, no Encontro dos Bonecos Gigantes, onde teve emocionante recepção ao som dos clarins e dos aplausos da população

por Damares Romão
Marília Parente/LeiaJáImagensMarília Parente/LeiaJáImagensMarília Parente/LeiaJáImagens
De arrepiar. Ao som dos clarins e aplausos da população, o Homem da Meia-Noite fez sua segunda aparição no Carnaval de Olinda de forma emocionante. O calunga chegou no bairro de Guadalupe por volta das 9h30 desta terça-feira (5) e embeleza o tradicional desfile, com outros 60 bonecos. 
 
"Nos últimos anos a gente tem vindo prestigiar essa grande festa que dá um colorido ainda maior à cidade", comenta o presidente da agremiação do Homem, Luiz Adolpho. 
 
Elegantemente vestido de branco, o Homem traz dizeres como "juntxs podemos", "paz" e "o povo resiste", em seu chapéu e terno. "Sem partido, o Homem da Meia-Noite levanta a bandeira do povo. O povo é soberano e precisa ter voz, essa é a proposta da gente", defende o presidente.

Comentários