Clicky

saúde • 06/03/2019 - 12:26 • Atualizado em: 06/03/2019 - 12:30

Aumenta para 25 o número de pessoas que afirmam ter sido furadas por seringas

Secretaria Estadual de Saúde orienta que as vítimas procurem os órgãos competentes para a investigação das ocorrências

por Nathan Santos
Vítimas estão sendo atendidas no Hospital Correia Picanço Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Saúde/Arquivo

O número de pessoas que afirmam ter sido furadas por seringas durante o Carnaval de Pernambuco aumentou para 25. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quarta-feira (6), a partir de dados coletados no Hospital Correia Picanço (HCP), no Recife

“Todos os pacientes, admitidos na unidade, referência estadual no tratamento de doenças infecto-contagiosas, passaram pela profilaxia pós-exposição (PeP), tratamento padrão usado na prevenção da infecção pelo HIV, e foram liberados após avaliação médica, com a orientação de retorno após 30 dias para conclusão do tratamento. A SES informa, ainda, que, segundo os relatos repassados pela maioria das vítimas, as autoridades policiais não chegaram a ser acionadas. Os pacientes foram orientados a procurar os órgãos competentes para investigação das ocorrências, já que as investidas podem ser tipificadas como crime”, informou a Secretaria.

Os registros estão sendo feitos desde o último sábado (2). No primeiro balanço, dez pessoas relataram o caso.

O Hospital Correia Picanço, para onde as vítimas devem se dirigir, fica na Rua Padre Roma, bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife. O telefone é (81) 3184-3980.

 

Comentários