Clicky

Preconceito • 31/01/2017 - 13:00 • Atualizado em: 31/01/2017 - 13:07

'Maria Sapatão' e 'Cabeleira do Zezé' devem ser abolidas das marchinhas do Carnaval

por Rebeca Ângelis
Iniciativa surgiu dos movimentos feministas, que desaprovam as mensagens de sentido pejorativo que as letram propõem passar Reprodução/Twitter (Iniciativa surgiu dos movimentos feministas, que desaprovam as mensagens de sentido pejorativo que as letram propõem passar)

As conhecidas marchinhas de carnaval ‘Maria Sapatão’ e ‘Cabeleira do Zezé’ viraram  alvo de polêmicas, depois de serem consideradas politicamente incorretas, e serão banidas durante a realização da festa deste ano. A iniciativa surgiu dos movimentos feministas, ‘Cordão do Boitatá e Charanga do França’, que desaprovam as mensagens de sentido pejorativo que as letram propõem passar.

Outras canções como 'Índio quer apito' e 'O teu cabelo não nega' também entram na lista para não ser incentivadas a tocar no Carnaval, mas a medida ainda divide opiniões.  Para alguns representantes de blocos tradicionais como Roberto Vellozo, presidente da 'Folia Carioca', e Pedro Ernesto Marinho, presidente do 'Cordão Bola Preta', as marchinhas são antigas, tradicionais e tinham um contexto, sem ter preconceito. Confira uma das músicas executadas, desde a época do programa do Chacrinha.

[@#video#@]

 

Comentários