Clicky

Agreste de Pernambuco • 26/02/2017 - 16:41 • Atualizado em: 27/02/2017 - 11:00

Carnaval de Bezerros mantém a tradição centenária dos Papangus

Neste domingo (26), muitos foliões ignoraram o calor escaldante de 32 graus para colocar máscaras de papel machê e usar túnicas para aproveitar a festa

por Nathália Guimarães
Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)Papangus fazem a festa em Bezerros neste domingo (26)
Para aqueles foliões que querem fugir do vuco-vuco dos polos nas capitais, a cidade de Bezerros, a 105 km do Recife, no Agreste de Pernambuco, é o lugar ideal para brincar Carnaval. A principal atração são os coloridos papangus, que há mais de cem anos mantêm a tradição de desfilar pelas ruas do município, colorindo ainda mais a festa.
 
Neste domingo (26), muitos foliões ignoraram o calor escaldante de 32 graus para colocar máscaras de papel machê e usar túnicas para aproveitar a festa. As fantasias são as mais diversas, mas o gosto pelo angu é o elemento que persiste em cada folião.
 
"O nome papangu vem justamente do prato típico. Quem vem brincar o Carnaval de Bezerros tem que se alimentar com muito angu primeiro para aguentar o calor. A gente sua por baixo da roupa, mas a máscara não deixa isso transparecer. O anonimato é a graça da festa", conta o pintor Luís Carvalho, que segue a tradição a 25 anos.
 
Fantasiados, os Papangus mudam até o tom da voz. Vale tudo para manter o anonimato. O marceneiro Elias José , de 50 anos, fala sobre a importância de manter viva a tradição.
 
"Aprendi a me fantasiar com o meu tio, e agora meu filho já brinca também. Tenho orgulho de repassar esse costume. O pessoal elogia muito e vem de longe pra ver. É muito bonito isso", conta.
 
E vêm mesmo. Em Bezerros, o que não falta é turista. A maioria é atraída pela tranquilidade que o Carnaval descentralizado oferece. Quem visita à cidade uma vez diz que quer repetir a dose. "Aqui não tem confusão e nem roubo. A gente brinca feliz porque sabe que está seguro. Me apaixonei pelo colorido de Bezerros e com certeza quero voltar", relata a dentista gaúcha Marília Menezes, de 30 anos.
 
O mineiro Marcelo Araújo também foi só elogios para o Carnaval de Bezerros. Ele conta que trouxe a família toda para brincar a folia dos Papangus. "Em Minas não temos essa energia boa do Carnaval. Os Papangus são muito bonitos, é uma coisa que você não vê em nenhum outro lugar do mundo", diz.
 
LeiaJá também

Comentários