Clicky

Ceará • 26/02/2017 - 12:03 •

Tereza Cristina canta Cartola na abertura do Carnaval de Fortaleza

por
Kaio Machado/PrefeituradeFortaleza ()

O Carnaval de Fortaleza 2017 foi aberto oficialmente nesse sábado (26/02), no principal pólo do ciclo carnavalesco da Cidade. O Aterrinho da Praia de Iracema ficou lotado. No palco, subiram o cantor e compositor cearense Marcus Caffé, a cantora Lídia Maria, a banda Casa Maré e a cantora Teresa Cristina, que interpretou as canções de Cartola.

A sambista carioca se emocionou com o carinho do público. “Eu cheguei aqui muito receosa e com medo das pessoas não receberem bem o trabalho, que é composto de músicas mais lentas, em pleno sábado de Carnaval. Mas eu vi pessoas cantando do início ao fim e fiquei encantada com tanto respeito", afirmou a cantora.

Quem viu a festa do lado de lá do palco também sentiu essa energia. A garçonete Ludmila Castello chegou cedo e, junto com o marido, aproveitou a festa. “Foi uma decisão muito acertada. As bandas foram ótimas e a Teresa Cristina estava maravilhosa. Sem contar a sensação de segurança, porque não vimos nenhuma briga", comentou.

Foi a mesma impressão deixada para a carioca Suely Arraes. Morando em Fortaleza há cinco meses, ela já se adaptou ao que a Capital oferece de bom. “Curti muito a primeira noite. Um carnaval dançante e tranquilo”, falou.

Além do Aterrinho da Praia de Iracema, a festa se espalhou por toda a Cidade. O Ciclo Carnavalesco 2017 passou ainda pelo Mercado dos Pinhões, Mocinha, Passeio Público, Aerolândia, Mercado da Pontes Vieira, dos Peixes e pela Domingos Olímpio.

Oito agremiações desfilaram na Avenida Domingos Olímpio. Entre elas, o Maracatu Rei Zumbi, Nação Iracema e Maracatu Solar. A professora Francis Alves foi assistir o tradicional desfile pela primeira vez. “Está tudo muito bonito. Temos um lado cultural forte e precisamos dar valor a isso”, comentou.

Já as amigas Vânia Freitas e Rosa Gonçalves, moradoras do Bairro de Fátima, não perdem os desfiles por nada. “A gente sempre está aqui apreciando essa beleza, sentamos na calçada e ficamos tranquilas entre os amigos”, falou Vânia. “Isso é que é um carnaval de verdade. Olha que lindo”, disse Rosa apontando para um carro alegórico.

O carro que chamou atenção da Rosa foi o da Mãe do Zumbi no Maracatu Nação Iracema. A mãe do rei dos palmares foi representada pela Dona Zefinha de 86 anos. Integrante de um dos quilombolas mais antigos do Estado, ela veio da Comunidade Conceição dos Caetanos lá em Tururu, para desfilar. “Já é meu terceiro ano”, disse de cima do carro.

O Ciclo Carnavalesco 2017 é uma realização da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com apoio institucional da Associação Cultural das Entidades Carnavalescas do Estado do Ceará (Acecce) e patrocínio oficial da Skol. O tema deste ano é os “100 anos do Samba”, com homenagem ao jornalista e pesquisador, Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez). “Entregamos um troféu ao Nirez, o guardião da memória de Fortaleza, na Avenida Domingos Olímpio, durante o cortejo dos Maracatus. Foi um momento muito especial. Mas em todos os lugares da Cidade, a festa está muito bonita. O Carnaval virou uma tradição em todos os polos. A Capital respira esse Carnaval de alegria e de paz”, ressaltou o secretário de Cultura, Evaldo Lima.

A festa continua em Fortaleza. Confira a programação para este domingo no Ciclo Carnavalesco 2017.

Aterrinho da Praia de Iracema

Domingo (26), a partir das 17h
Atrações: Maracatu Solar, Aparecida Silvino, Lorena Nunes e Dona Onete. 

Mercado dos Pinhões

Domingo (26), de 16h às 19h. 
Atração: Bloco Camaleões do Vila com participação de Roberta Fiúza 

Mercado da Aerolândia

17h às 20h
Atração: Tarcísio Sardinha e Banda Fortaleza Alegria

Mocinha

18h às 22h 
Atração: Bloco Num Ispaia Sinão Ienche 

Passeio Público 

9h às 11h 
Atração: Bailinho de Carnaval com a Banda Só Alegria 

Mercado da Pontes Vieira 

17h às 19h 
Marchinhas de Carnaval 

Mercado dos Peixes 

17h às 19h 
Marchinhas de Carnaval 

Domingos Olímpio

Dia 26 de Fevereiro (domingo) – Maracatus

18h40 - Nação Baobab - "Meu Maracatu, Dança na Sombra do Baobab" 
19h20 - Nação Pici - "Oxum o Pavão das Águas" 
20h00 - Vozes da África - "Meu Maracatu se Veste de Ouro do Congo a Ouro Preto, de Galanga a Chico Rei" 
20h40 - Rei de Paus - "A Mitologia Nagô e Yorubá, Contos e Lendas" 
21h20 - Nação Fortaleza - "Mãe Pequena - Jenipapo Kanindé" 
22h00 - Az de Ouro - "80 Anos do Maracatu Az de Ouro, uma Homenagem a uma Rainha Negra, Nzinga Mbandi"

Da assessoria da Prefeitura de Fortaleza

Comentários