Clicky

Diversão • 28/02/2017 - 16:01 • Atualizado em: 28/02/2017 - 16:10

La Ursa da comunidade Tururu faz alegria na Praia de Boa Viagem e arrecada R$ 400 por dia

Um grupo de amigos da comunidade Tururu, no Janga, consegue, durante o Carnaval, uma fonte de renda se fantasiando da tradicional personagem La Ursa
 
 

por Taciana Carvalho
Trabalho na praia rende cerca de R$ 400 reais por dia e é dividido entre todos Brenda Alcântara/LeiaJáImagens (Trabalho na praia rende cerca de R$ 400 reais por dia e é dividido entre todos)
Quem vê as famosas "La ursas" passando pela Praia de Boa Viagem, em busca de qualquer quantia de dinheiro oferecendo um pouco de diversão, durante o período carnavalesco, não imagina o esforço físico enfrentado, principalmente, pelo calor. 
 
Quem contou a história de superação, para a reportagem do LeiaJa.com, nesta terça-feira (28), foram Marcos Aurélio, de 16 anos, Rian Matias, 16, Jemerson Santana, 23, e Israel Batista, 14. 
 
A equipe, também formada por outros componentes, mora no bairro do Janga, na comunidade Tururu. Até chegar a famosa Praia de Boa Viagem o percurso é longo. Eles se reúnem, às 7h, em um ponto de encontro e apenas chegam na Zona Sul do Recife por volta das 11h. Já na praia, mais um desafio: percorrer a extensa orla do bairro. Uma caminhada que começa no Pina e vai até as imediações de Piedade, município vizinho, terminando no final da tarde. 
 
Os meninos falaram pouco, mas a frase de Marco Aurélio define uma boa parte. "Eu gosto de dançar e ainda ficar aqui é melhor que ficar em casa sem fazer nada", disse. Eles são acompanhados de outros que tocam instrumentos. Rodrigo Leonardo conta que muitos os recebem bem, já outros não se mostram muito satisfeitos. "Depende do dia também. Faz parte", ressaltou. 
 
As La Ursas da comunidade Tururu, ou os ursos do Carnaval, como também são conhecidos, fazem parte de uma geração comandada por Ivison Roberto, que fundou o bloco "Urso das Coxinhas". Rian revelou que desde cedo observada a brincadeira. "Desde pequeno eu já olhava tudo e comecei a participar. Acho legal". 
 
Após o trabalho na praia, que rende cerca de R$ 400 por dia e que é dividido entre todos, há uma pausa para descanso. À noite, a tradição continua quando eles continuam a brincadeira dentro da comunidade.  
 
No Recife, a presença do Urso do Carnaval, ou a La Ursa, foi registrada como personagem tradicional nas folias de Momo, pela primeira vez, numa crônica publicada em 1948.  A vestimenta é de fácil fabricação, geralmente de material reciclável.

Comentários