Clicky

Violência • 05/02/2018 - 15:43 • Atualizado em: 05/02/2018 - 17:03

Briga termina com 2 mortos no Carnaval de rua em São Paulo

por Sérgio Gregório

Dois homens morreram e dois ficaram feridos em uma briga durante as festas de Pré-Carnaval da região de Pinheiros, em São Paulo. A confusão aconteceu no último sábado (3), por volta das 19h30, depois que o grupo de rapazes tentou urinar em um local não permitido dentro de um posto de gasolina. Um homem desconhecido teria sacado uma arma e disparado contra o grupo.

O professor de educação física, Bruno Gomes da Silva, de 31 anos, morreu no local. O metalúrgico João Batista Moura, de 30 anos, chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de domingo (4).

Uma terceira vítima, o empresário Rodrigo Beralde da Silva, de 34 anos, também foi encaminhado para o Hospital das Clinicas e posteriormente transferido para o Hospital Nove de Julho, onde permanece internado desde sábado. O operador de máquinas Fernando Avelino, de 28 anos, também estava no local durante a briga e foi atingido no braço por uma barra de ferro, mas não precisou ser socorrido.

De acordo com os familiares das vítimas, o grupo era formado por 12 foliões que participavam do bloco de carnaval “Maluco Beleza” na região do Parque Ibirabuera, na Zona Sul da cidade, e se deslocavam de carro para a região de Pinheiros. Os rapazes pararam em um posto de gasolina para tentar usar o banheiro do estabelecimento, mas os funcionários do local não permitiram. Segundo os frentista do posto, as vítimas tentaram urinar na área onde é depositado o lixo. Ao saírem de lá, eles foram abortados por outro grupo e começaram a brigar.

O caso foi registrado como homicídio tentado e consumado (quando existe assassinato e tentativa ao mesmo tempo) e está sendo investigado pelo 14° DP de Pinheiros. Testemunhas afirmam que o autor dos disparos é frentista do posto. A polícia aguarda a liberação dos vídeos das câmeras de segurança do posto. 

Comentários