Clicky

Mobilidade • 08/02/2018 - 08:42 • Atualizado em: 08/02/2018 - 08:56

Profissionais do metrô lançam bloco de Carnaval contra corte de verba

Os metrôs de Recife, Belo Horizonte, Maceió, João Pessoa e Natal estão ameaçados a só operarem de segunda a sexta-feira no horário de pico por causa de um corte de 43% no orçamento em relação ao último ano

por Jorge Cosme
Metroviários estarão distribuindo uma carta aberta para a população no Pátio da Estação Recife Divulgação (Metroviários estarão distribuindo uma carta aberta para a população no Pátio da Estação Recife)
O Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) vai realizar um ato público nesta quinta-feira (8) contra o corte do orçamento para o metrô. A categoria pretende colocar um bloco de Carnaval da rua alertando a população sobre a situação do sistema.
 
Os metrôs de Recife, Belo Horizonte, Maceió, João Pessoa e Natal, as cinco capitais operadas pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), estão ameaçados, a partir de 5 de março, a só operarem de segunda a sexta-feira no horário de pico por causa de um corte de 43% no orçamento em relação ao último ano. “Essa medida vai prejudicar mais de meio milhão de pessoas todos os dias nas cinco capitais que têm o metrô gerido pela empresa”, diz nota do Sindmetro-PE.
 
Além do bloco, os metroviários estarão distribuindo uma carta aberta para a população no Pátio da Estação Recife, no centro da capital pernambucana. 
 
Falta de verba - O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, afirmou na última quarta-feira (7) que será feita uma complementação orçamentária para garantir o funcionamento do metrô. "Informamos que, segundo o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, houve redução de recursos orçamentários para o metrô durante a tramitação da PLOA no Congresso Nacional. No entanto, o governo providenciará a complementação orçamentária em tempo. Não haverá qualquer risco de interrupção do serviço", afirma nota enviada pelo Ministério do Planejamento.
 

Comentários