Clicky

eleições • 09/02/2018 - 16:06 • Atualizado em: 09/02/2018 - 16:22

Políticos aproveitam o carnaval para se aproximarem do povo

A cientista política destaca que o carnaval é um "prato cheio" para os políticos, que se aproveitam do clima positivo para fortalecerem suas imagens

por Taciana Carvalho
Não é raro se deparar com algum político durante os dias de carnaval. Uma parte da população acredita ser normal a presença deles na festa de Momo, afinal, mais do que ocupar cargos públicos, muitos deles são foliões. O que alguns não sabem é que, mais do que brincar, algumas figuras públicas se aproveitam do momento como uma estratégia para renovar alianças e se aproximarem mais do povo, principalmente, porque a época traz um clima mais positivo no qual as pessoas esquecem um pouco das “decepções” do cenário político. 
 
Cada um com o seu perfil, alguns mais discretos preferindo se deterem a visitar camarotes e locais mais fechados, já outros no meio do povo, embora cercado por seguranças e/ou assessores, é provável o folião se deparar com vereadores, deputados estaduais e federais e, até mesmo, com o prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB) e o governador Paulo Câmara (PSB) durante o carnaval. 
 
Na verdade, muito antes da abertura oficial, Geraldo, Câmara, aliados e outros já marcaram presença em eventos como a 54ª edição do Baile Municipal do Recife, uma das tradicionais prévias carnavalescas de Pernambuco. Eles, com suas respectivas esposas, aproveitaram a ocasião para afirmar que Pernambuco vai promover o melhor carnaval do Brasil. Aliás, uma frase recente do governador ganhou grande repercussão ao garantir que o estado vai ter “um carnaval de paz”. 
 
A cientista política Priscila Lapa destaca que para a política a época é um “prato cheio”. “Não é unanimidade as pessoas brincarem, mas grande parte gosta e aí para a política é um prato cheio porque sabem que as pessoas estão em um clima positiva. É uma oportunidade única para demarcar território e para firmar a sua imagem junto à popularidade que a festa já tem. É uma oportunidade que não pode ser desperdiçada”, explicou.
 
Lapa, no entanto, disse que é necessário cautela porque o povo percebe a verdadeira intenção de alguns políticos que no dia a dia são mais distantes. “O tiro pode sair pela culatra porque as pessoas percebem que é eles querem aproveitar a festa para ganhar visibilidade, entendem como uma forçação de barra. É preciso cuidado”. 
 
Após passagem no Galo da Madrugada, neste sábado (10), o governador deve seguir para Bezerros, no domingo (11), para estreitar os laços. Desde que assumiu o Governo de Pernambuco, o pessebista segue até a cidade localizada no Agreste de Pernambuco com uma comitiva onde cumprimenta os foliões e os artesoes. 
 
O prefeito de Olinda, Lupércio (SD), segue a mesma linha. Se por si só, ele segue uma linha de ter contato direto com olindenses, Lupércio vai aproveitar a ocasião para reforçar os laços com a população.  Em entrevista ao LeiaJá, garantiu que faria questão de andar nas ruas acompanhando tudo de perto escutando a todos. Lupércio também falou que o foco é a segurança e a limpeza da cidade. 
 
A maioria dos deputados federais também já anteciparam a folga de carnaval desde a última quarta-feira (7). De acordo com reportagem do Estado de S.Paulo, apesar do painel na Câmara dos Deputados mostrar 427 deputados na Casa, a verdade é que poucos circularam pelo plenário na quarta e nenhum projeto foi votado na sessão deliberativa que tinha sido marcada para acontecer pela manhã. A expectativa é que a maioria somente deve voltar a Brasília no dia próximo dia 19. 
 
Vale lembrar que políticos como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o ditador da Coreia do Norte Kim Jong-Un foram transformados em bonecos gigantes no carnaval de Pernambuco e irão desfilar neste ano. No ano passado também foi possível ver foliões com máscaras de políticos. Acessórios que façam referência ao pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC) é a maior aposta para este ano.
 

Comentários