Clicky

Racismo • 16/02/2018 - 13:07 • Atualizado em: 16/02/2018 - 15:40

Demitido após acusação de selfie racista, jovem se desculpa: 'Minha intenção era criticar o sistema'

Foto foi tirada durante um bloco de Carnaval em Vitória, no Espírito Santo

por Jorge Cosme
Um dos jovens que aparece na imagem chamou Luca de 'babaca' e disse ter orgulho de ser negro e viver na favela Reprodução (Um dos jovens que aparece na imagem chamou Luca de 'babaca' e disse ter orgulho de ser negro e viver na favela)
Um jovem de Vitória, no Espírito Santo, foi demitido após fazer uma selfie de cunho racista no Carnaval da cidade. Após a repercussão negativa da iamgem, Lucas Almeida excluiu a sua conta no Instagram. 
 
Na foto, o capixaba enquadra vários jovens negros e diz escreve 'vou roubei seu celular', frase sugerindo que, antes de terminar a frase, ele já teria sido assaltado. Após a demissão, Lucas pediu desculpas pelo ocorrido.
 
Um dos rapazes se reconheceu na imagem. Iarley Duarte chamou o rapaz de 'babaca' e disse que Lucas tirou a foto sem nem conhecê-los. "Somos pretos, somos favelados e temos muito orgulho", escreveu.
 
A demissão do rapaz foi feita pela próprio chefe, Fabrício Affonso, na página da empresa no Facebook. Ele definiu a foto como "preconceituosa, infeliz e racista". "Podem ter certeza que tomaremos as medidas necessárias. Não nos interessa um funcionário com tal perfil. Nem a imaturidade, nem o carnaval e nem a bebida é desculpa para o racismo. Nada é desculpa para o racismo", afirmou Fabrício. 
 
Na retratação, Lucas disse que não era intenção ofender e que estava usando de ironia para combater a discriminação social. "Reconheço agora que a brincadeira foi infeliz, inoportunida e precipitada pelo contexto da imagem, produzindo uma interpretação outra, que eu não pretendia, ensejada pelo crima festido e de euforia do carnaval. Minha intenção era criticar o sistema e não o reproduzir", pontuou.
 
 

Comentários