Clicky

Bloco • 02/03/2019 - 09:38 • Atualizado em: 02/03/2019 - 09:41

Dragão do Eu Acho é Pouco arrasta foliões na manhã de Sábado em Olinda

Tradicional bloco vermelho e amarelo coloriu o Sítio Histórico logo cedo

 

por Paula Brasileiro
Paula Brasileiro/LeiaJáImagensPaula Brasileiro/LeiaJáImagensPaula Brasileiro/LeiaJáImagensPaula Brasileiro/LeiaJáImagensChico Peioxoto/LeiaJáImagens
(

A Praça Laura Nigro, na Ribeira, em Olinda, se coloriu de vermelho e amarelo na manhã deste sábado (2). Foi lá a concentração do Eu Acho é Pouco, em frente à sua sede para mais um desfile de Carnaval, em seus 43 anos de história.

O bloco foi fundado por amigos que, na época, queriam criticar a ditadura militar. Os temas políticos continuam fazendo parte da brincadeira e vários foliões ostentavam camisetas com a imagem do ex-presidente Lula e tiaras com a inscrição 'Lula Livre', em referência à prisão do político.

Momentos antes da saída, os foliões posavam para fotos ao lado do dragão, o grande símbolo do bloco. Um dos bonequeiros que carregam o bicho, Ademilson Severino, se divertia com as brincadeiras. Há seis anos, ele desempenha essa função no Carnaval, e adora: "Aqui a gente não pode botar aquela seriedade, aqui eu trabalho e me divirto". Mais à frente, o ator Irandhir Santos, vestido como o mascote do Eu Acho é Pouco, igualmente se divertia: "Eu sou o filhote do dragão", disse.

 

Comentários