Clicky

Folia verde e branca • 08/02/2020 - 17:35 • Atualizado em: 08/02/2020 - 18:19

Amantes de Glória toma conta das ruas do Recife

Fundado em 1997, o bloco verde e branco reuniu diversos apaixonados pelo Carnaval 

por Paulo Uchôa
Arthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagensArthur Souza/LeiaJáImagens
As cores verde e branco estiveram presentes pelas ruas do Recife, na tarde deste sábado (8), com o cortejo do bloco Amantes de Glória. A concentração da festa ocorreu por volta das 15h, na praça Maciel Pinheiro, no bairro da Boa Vista. Para animar os foliões, a orquestra do Maestro Lessa reuniu os clássicos do frevo pernambucano.
 
Completando 23 anos de pura animação com o tem tema Regime de Euforia, o bloco reúne pessoas de todas as idades. A pequena Gabriela Santos, de 6 anos, participa com sua mãe pela primeira vez do evento. “Eu gosto muito de Carnaval. Estou achando isso aqui muito legal e animado”, disse a garota.
 
Para a psicóloga Susana Santos, que estreia no Amantes de Glória ao lado da filha, afirmou: "Está sendo tudo maravilhoso. É uma combinação de harmonia. O pessoal é bem alegre. Por ser a nossa primeira vez, estamos encantadas com essa folia". 
 
Fundado por um grupo de amigos jornalistas em 1997, Amantes de Glória foi inspirado no filme Ninguém Falará de Nós Quando Estivermos Mortos, dirigido por Agustín Díaz Yanes. Os rapazes sempre se reuniam no antigo cinema Veneza, que era localizado na rua do Hospício.
 
Em uma dessas idas, eles ficaram fissurados pela personagem Glória Duque, interpretada pela atriz Victoria Abril, e resolveram abrir a confraria Amantes de Glória, firmando dentro do catálogo do Carnaval recifense toda a sua tradição em preservar a alegria dos seus súditos.
 
"Amantes de Glória é um Carnaval de rua. A gente tem esse princípio. [...] O bloco, na verdade, convive com a diversidade do nosso Carnaval. Glória é uma ode ao frevo de rua, de orquestra. Temos a sorte de viver um pouquinho a cidade, a Boa Vista", explica Marcelo Barreto, um dos organizadores do bloco. 

Comentários